DNA PRODESP
INFORMATIVO MENSAL da Cia. de Processamento de Dados do Estado de São Paulo    28 de Dezembro/2012    Nº 34


Guia de Trânsito Animal eletrônica

Os produtores rurais paulistas tiveram sua vida facilitada com o lançamento da e-GTA (Guia de Transporte Animal Eletrônica) em meados de dezembro.

A e-GTA, que é uma nova funcionalidade do Sistema Gedave (Gestão da Defesa Animal e Vegetal), foi desenvolvida pela Prodesp para a Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento.

A GTA é um documento obrigatório para o transporte de animais. Antes da e-GTA, o produtor de origem precisava ir até uma unidade da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) pedir a emissão de um boleto bancário, pagá-lo no banco e retornar à CDA para emissão da GTA em papel moeda. Posteriormente, o produtor de destino ia até o escritório da CDA de sua região para dar baixa no documento.

Com a e-GTA, o processo todo ficou mais rápido e simples. Direto na Internet, no endereço http://gedave.defesaagropecuaria.sp.gov.br/gedave/, o produtor de origem cadastra a GTA e emite o boleto bancário. Depois de pagá-lo, imprime a GTA via web. O produtor de destino também usa a Internet para dar baixa no documento.

É necessário o cadastramento prévio dos produtores como usuários do aplicativo para sua utilização. E para emitir a e-GTA, o produtor precisa estar com as vacinações do rebanho e as obrigações de ordem sanitária em dia. Em um primeiro momento, a e-GTA está disponível apenas para o transporte de bovinos e bubalinos (búfalos)

Para facilitar o trabalho de fiscalização, a e-GTA é impressa com o QR, código de barras bidimensional que pode ser escaneado e lido pela maioria dos aparelhos celulares, permitindo que se cheque a autenticidade do documento apresentado para transporte dos animais. Com essa finalidade, a Prodesp também desenvolveu um protótipo de aplicativo móvel.

O volume anual de GTAs emitidas em São Paulo chega a 1,4 milhão. Com a implantação da e-GTA, além de o Estado economizar com a emissão desses documentos e o produtor rural ter sua vida facilitada, haverá maior controle das doenças animais pela Defesa Agropecuária Estadual e melhor gestão da rastreabilidade do trânsito animal, entre outros benefícios.

O sistema Gedave tem por objetivo uma gestão mais eficiente da qualidade sanitária dos rebanhos e culturas agrícolas no Estado. Quando totalmente implantado, abrangerá o monitoramento do uso de insumos, o controle de vacinação e da certificação sanitária, bem como a fiscalização de produtos e subprodutos de origem agropecuária.

Voltar